Yes Wedding

O site YW está em manutenção por conta da nova versão e em breve o login estará normalizado. Obrigada pela compreensão

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pinterest
O Yes Wedding tem o maior prazer em receber suas sugestões, opiniões e comentários. Quanto as dúvidas individuais, conforme formos recebendo, tentaremos transformá-las em pautas de matérias futuras. Obrigada e volte sempre!

Contato

contato@yeswedding.com.br
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pinterest

Matérias

Palavras de uma noiva

18/02/2013

  • Luciana Cattani
  • Luciana Cattani
  • Luciana Cattani
  • Luciana Cattani
  • Luciana Cattani

Com descontraído relato em primeira pessoa, uma bela noiva conta com carinho, belas e sábias palavras, um pouco de sua história e seu casamento com exclusividade ao YES WEDDING. A gente adorou e recomenda a leitura.

Por Natasha Kunert / Fotos: Luciana Cattani e Gabriel Boieras

O André foi um presente que recebi no dia do meu vigésimo sexto aniversário. Na festa que meus colegas de trabalho ofereceram para mim, o André apareceu pela primeira vez na minha vida. Muitos meses se passaram até que se iniciasse uma amizade. Mas do dia que nos aproximamos, nos tornamos grandes e inseparáveis amigos, daqueles para toda hora. Até que um dia nos tornamos tão inseparáveis que não dava mais pra ficar só na amizade...

Antes de casar, moramos juntos por 4 inesquecíveis anos. Fizemos coisas que muitos casais normalmente fazem depois de casar: compramos apartamento, reformamos, decoramos, moramos com meus sogros, viajamos com amigos... Nesses anos, descobrimos muito sobre nós mesmos e sobre o outro: que adoramos receber família e amigos em casa, a atmosfera intimista que se cria nessas situações; que curtimos muito arquitetura, formas inéditas, design; que nossa energia rola forte de dia; que temos gostos peculiares e que no detalhe mora a grandiosidade. E, acima de tudo, descobrimos que gostamos de nos emocionar, de encontros marcantes com a vida, momentos inesquecíveis. Enfim, crescemos e amadurecemos juntos. Era hora de dar o passo mais significativo de nossas vidas: estávamos prontos para casar.

O casamento para nós não foi o começo de algo novo. Ao contrário, foi a afirmação do sentimento, da vida e da história que construímos juntos e que a gente queria continuar. E por tudo isso, tinha que ter a nossa cara. A cara da nossa vida, do jeitinho que ela é. A cerimônia, o horário, o local, a decoração, as músicas, a comida, tudo tinha que ser e dizer quem nos tornamos como casal. Os convidados -- apenas as pessoas mais íntimas, que fizeram parte e trilharam lado a lado com a gente este caminho.

A Fazenda Vila Rica, com seu clima bucólico do séc. XIX, nos proporcionou a atmosfera aconchegante dos grandes almoços de família para receber nossos convidados. E foi assim, embalados nessa atmosfera de delicadeza, refinamento e história que todo o entorno ganhou sentido. Com a decoração, vibrante e acolhedora, a grande área verde externa recebeu arranjos de flores delicadas e de verdes exuberantes, tapetes, sofás, pufes, poltronas e pequenos mimos para completar o clima "dolce far niente" tão desejado por nós. A comida foi leve como pedia a atmosfera do dia, simples nos ingredientes porém elaborada nos sabores e impecável na apresentação. Mini porções foram servidas pelo buffet Zest como pequenas joias, para serem degustadas aos poucos, conforme o ritmo de cada um. Filme e foto capturaram a magia do dia, registrando nossos momentos como verdadeira arte em tela. A sensibilidade de cada um dos profissionais, de enxergar além de nós e cada detalhe, envolveu todos nós na mesma vibração.

Foi um dia pensado e preparado em cada detalhe para que pudéssemos usufruir tudo o que construímos juntos e tanto apreciamos; desfrutar os prazeres da vida; e sobretudo estar junto das pessoas que amamos, que trazem brilho e sentido para nosso dia a dia. Todos os elementos, aromas, sabores, texturas e cores foram orquestrados minimamente, criando a harmonia perfeita no dia mais importante de nossas vidas.

Irina era o nome do meu vestido (by Emannuelle Junqueira). Irina preza a elegância refinada e uma mulher feminina, numa combinação de tecidos, formas e costuras que me interpretam. Com seu corte enviesado e decote profundo nas costas, Irina valorizou as curvas do corpo com naturalidade e intenção, remetendo à beleza simples e harmônica de outros tempos. Cabelos ondulados com maestria e olhos marcados com coloridos complementaram o visual com uma mistura de modernidade e gostosa nostalgia dos tempos de Greta Garbo e Marlene Dietrich, época que muito nos inspira. O traje do noivo (by Alexandre Won), com calças estreitas, colete e paletó justos em tecido cinza com leve brilho, habilmente executados sob o conceito "bespoke", resgatou o refinamento dos cavalheiros com atualidade e inovação. O leve perfume vintage presente nos nossos trajes vinha reafirmar e legitimar mais uma vez o nosso apreço pela história das coisas e das pessoas e sua estética característica.

Com todos estes elementos, criamos um dia dos sonhos e vivemos este sonho em cada detalhe. Enfim, foi um dia de celebrar a nossa união com tudo que ela tem de mais belo e autêntico. Feito por nós dois, para nós dois.

O casamento é a celebração de uma união bem sucedida. É a festa de duas pessoas, com suas histórias, gostos pessoais, experiências de vida, sonhos e desejos.... E para mim, o casamento deve ser o marco de tudo isso. Tem a ver com personalização e não com massificação. Com o que é verdadeiro para cada casal, e não com o que o mercado de casamentos, com todo seu espetáculo, dita como necessidade e verdade.

Foi pensando em tudo o que era importante para nós, individualmente e enquanto casal, que o sonho ganhou vida. A cada escolha, a cada decisão, a expressão dos nossos gostos pessoais, nossas histórias, nossos sonhos.

P.S. – veja mais detalhes desse casamento clicando AQUI

Você também
pode gostar de...

Materia

Make e cabelo de...

Não são apenas os vestidos das...

Antena Yes

O dia do noivo...

Que a noiva é a grande...

Materia

Casa das Caldeiras: casamento...

Por Christiane Aguiar Já imaginou como...