Yes Wedding

O site YW está em manutenção por conta da nova versão e em breve o login estará normalizado. Obrigada pela compreensão

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pinterest
O Yes Wedding tem o maior prazer em receber suas sugestões, opiniões e comentários. Quanto as dúvidas individuais, conforme formos recebendo, tentaremos transformá-las em pautas de matérias futuras. Obrigada e volte sempre!

Contato

contato@yeswedding.com.br
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pinterest

Matérias

Entrevista com o DJ Marcelo Botelho

08/08/2017

  • Fotos: Divulgação

    Depois de tocar nas maiores festas do Brasil e do mundo...

  • ... Marcelo Botelho passou a comendar a pista de dança de casamentos

  • Segundo ele, o repertório de uma festa deve ter a cara dos noivos...

  • ... mas agradar a todos os convidados

  • Está esperando o quê para agendar um horário e conhecer tudo sobre o trabalho do DJ Marcelo Botelho

   Toda noiva sonha com uma festa com convidados animados e pista de dança cheia. E quem melhor do que um DJ com experiência em grandes festas por todo o mundo para garantir isso?

   Publicitário por formação, Marcelo Botelho tem o tabalho atrás das pick ups como prioridade. Apaixonado por música, ficou conhecido por produzir sets variados que agradam aos mais diversos públicos.

   Ele bateu um papo com a redação do YES WEDDING para contar um pouco da sua carreira e dar algumas dicas para os casais que ainda não escolheram as músicas que vão agitar a noite dos seus convidados.

YES WEDDING – Você já tocou nas melhores casas noturnas do Brasil e também no exterior. Como entrou no mercado de casamento?
Marcelo Botelho – Comecei fazendo casamentos de amigos. Quem estava nas festas gostava do meu trabalho e os contatos foram surgindo. Na época eu tocava em um bar que rolava todo tipo de som e o público tinha uma faixa etária de 30 anos. Muitos perguntavam se eu fazia casamentos e eu dizia que sim. A partir daí (2009) a procura foi aumentando.

YW – É melhor tocar em salão fechado, por exemplo, ou você se adapta a diferentes ambientes como o aberto em uma praia?
MB –
Acredito que não exista um local mais apropriado. O DJ pode fazer uma festa legal em qualquer tipo de espaço, seja fechado ou aberto. Logicamente sempre se preocupando com a estrutura, em caso de lugar aberto, devemos nos preocupar em relação ao clima, para no caso de chuva, protegermos o equipamento eletrônico.
Gosto de baladas pequenas, torna a festa mais intimista. Ao mesmo tempo faço muitos casamentos em praia, onde normalmente é espaço aberto, beira mar, pé na areia, o clima é sempre muito bom!

YW – Qual dica daria para os noivos que estão em dúvida sobre quais músicas tocar?
MB –
O repertório tem que ter a cara dos noivos, ter músicas que fazem parte da história deles. Eu, particularmente, gosto de sempre fazer uma reunião, até porque algumas vezes tem algum estilo musical que um dos noivos não gosta e aí não querem que toque na festa. A partir daí, faço uma lista do que não tocar, mas durante a festa o pessoal acaba vindo me pedir. Se no decorrer da festa os noivos falarem ‘não tem problema, pode tocar’, eu toco. Mas procuro seguir a linha do repertorio que é feito antes. Temos que analisar o perfil da festa, a quantidade de convidados, a faixa etária dos convidados. Apesar de a festa ter a cara dos noivos, para ter uma pista legal, cheia do começo ao fim, deve agradar a todos.

YW – Qual deve ser a maior preocupação dos noivos ao contratar um DJ?
MB –
Em primeiro lugar, os noivos devem contratar um profissional experiente, alguém que eles confiem. A partir do momento que os noivos estão com uma equipe que eles conheçam, tenham visto em algum casamento, a preocupação diminui. Se não agradarmos os convidados da festa, a tendência dela não ir até o final animada e com a pista cheia, é maior.

YW – Quais as músicas mais tocadas ultimamente em festas de casamento?
MB –
Vou falar três músicas que tenho tocado muito em 2017: Despacito, que está fazendo sucesso desde março; Paradinha, da Anitta, que tem agitado as pistas e Something Just Like This, do The Chainsmokers & Coldplay - música que inclusive tem sido tema constante de entrada dos noivos nas festas. Shape of You, do Ed Sheeran e Sorry, do Justin Biebier, são músicas que também agitam as festas.

YW – E quais as que não podem faltar?
MB –
Além das músicas atuais, obviamente não podemos deixar de tocar os clássicos. Aquelas que parecem não envelhecer, atemporais. Sejam dos anos 70, 80 ou 90, como Dog Days Are Over, do Florence and the Machine, que sempre quando toca a galera explode; Your Song, do Billy Paul, Bizarre Love Triangle, do New Order, A Little Respect, do Erasure e artistas como Donna Summer, que todo mundo conhece até hoje.

YW – Você se incomoda com convidados pedindo músicas?
MB –
Não me incomoda. Estou acostumado, são 20 anos tocando em festas, baladas, eventos corporativos e casamentos. Eu vejo como algo normal, nem sempre consigo atender o pedido, mas não é algo que me incomoda.

YW – Qual foi a música mais inusitada que já te pediram?
MB –
Essa é uma pergunta difícil. Já recebi pedidos que não fazia a menor ideia de qual era a música ou o estilo. Uma vez me pediram uma música que se chamava ‘Vai Piranha’, isso em uma despedida de solteira, eu baixei na hora e toquei, mas nunca havia escutado. Teve uma outra situação engraçada de que me lembro, aconteceu em um casamento, na hora do buquê, me pediram para tocar ‘Like a Virgin’, da Madonna, e antes da noiva jogar o buque, ela tirou uma grande parte do vestido, ficando apenas de mini saia e cinta liga bem na hora, não achei estranho, achei inusitado, interessante.

YW – E para a primeira dança, alguma diferente?
MB –
Normalmente os casais acham que tem que ser uma música mais romântica. Antigamente era a valsa e, da valsa, passou para uma música em que o casal queira dançar junto. Posso citar meu casamento, em que eu dancei ‘Bad Romance’, da Lady Gaga com minha esposa. Essa foi nossa dança, fizemos uma coreografia juntos, não foi uma música romântica ou uma dança clássica. Eu acho muito legal esses pedidos inusitados.

   Quer sua pista animada pelo DJ Marcelo Botelho? Então clique AQUI e marque um horário para conhecer mais do seu trabalho!
 

Você também
pode gostar de...

Antena Yes

DJ Ronca: pista cheia...

Há mais de 10 anos no...

Antena Yes

Priscilla Hernandes e Fernando...

O ditado “os opostos se atraem”...

Materia

Beleza em Cannes 2018...

Assim como nos anos anteriores, o...